Assistindo ao documentário “Pedra da Memória” é possível perceber que a cultura pode ser bem parecida mesmo em dois lugares muito diferentes e muito distantes, como é o caso das culturas das comunidades afro brasileiras no nordeste e a das comunidades de Benin. Embora não tenham tido contato anterior, os rituais são bem parecidos, de forma que se não estivermos atentos às legendas que indicam os lugares de cada cena, podemos achar que tudo acontece no mesmo lugar.
O casal de brasileiros que estavam assistindo aos rituais em Benin, a todo momento expressam a sua admiração por aquele povo, sempre salientando às semelhanças e diferenças que perceberam entre os rituais que estavam assistindo lá e os que eles participam aqui no Brasil.
A frase que mais me marcou foi a de Isabel Onsemawyi, que disse:  “O que mais me chamou atenção, o que mais me mexeu, foi o povo na beira da praia, com seus olhares distantes, como se tivesse buscando vidas que se foram naquela praia e que não voltaram mais.” Fiquei pensando muito nesta frase, e é de certa forma triste, saber que sou fruto, descendente destas vidas que foram tiradas de lá a força, levadas pra sofrer em terras desconhecidas. Mas mesmo assim, o povo de lá não se deixa abater, lida com tudo com um lindo e inspirador sorriso estampado no rosto e com uma alegria fora do comum, que contagia quem vê.
Fiquei também muito curiosa para entender sobre os movimentos das danças, tanto dos africanos quanto dos brasileiros, acredito eu que cada movimento tem um significado e gostaria de compreendê-los melhor.
É interessante  ver também as crianças, desde pequenas já participando dos rituais e festas, me pergunto também como elas são “treinadas” para participar, se elas escolhem, ou se seguem os passos dos pais. 
A frase “ A minha faculdade, universidade mesmo, é o mundo, é o tempo” dita por Euclides Talabyan, a meu entendimento, quer dizer que todo conhecimento que ele adquiriu, foi a vivência. Infelizmente, nosso sistema de educação, ainda é muito eurocentrado, se preocupando muito com as histórias ocorridas na Europa, e se esquecendo de nossas origens africanas. Euclides e Isabel não teriam aprendido tanto sobre sua ancestralidade se estivessem em uma universidade quanto aprenderam em contato com os africanos, e em sua vida, inseridos em uma comunidade que preserva esta cultura.
Você pode assistir ao documentário gratuitamente clicando aqui.
Trabalho da Disciplina Introdução à Antropologia. (tirei total rs) 

Oi meus amores e minhas amoras! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!
Resolvi fazer uma pesquisa para descobrir quantas meninas sofrem do mesmo problema que eu: a dificuldade de encontrar sapatos por causa da numeração.
Peço encarecidamente que respondam à pesquisa, pois vai me ajudar bastante e ficarei muito grata!
Para responder à pesquisa, basta clicar aqui. Só vai levar um minutinho!
Desde já muito obrigada!

Oi meus amores e minhas amoras! Tudo bem como vocês? Eu espero que sim!
Hoje vou indicar pra vocês um aplicativo que tem me ajudado muito com cronograma capilar.
Então, deixa eu apresentá-lo a vocês.
Para fazer o download do Meu Cronograma Capilar no Google Play é só clicar AQUI.
Depois de instalado, quando abrir o aplicativo vai ser exibida  esta tela:


 Para começar a usar é só responder o Quiz que consiste em perguntas sobre a elasticidade, a porosidade, o uso de químicas, o estado e o tipo do seu cabelo, informações essenciais para a montagem do cronograma
. As perguntas são:






 Depois de responder às perguntas e escolher a partir de que dia e que hora quer ser avisada sobre as etapas do cronograma.
Esta é a tela de confirmação com todas as informações que você respondeu no quiz, estas foram as minhas. 





Nos dias e horários marcados você receberá notificações no seu celular com a etapa que você fará. 

Nas instruções, o aplicativo explica o que é cada etapa e alguns componentes que podemos usar. 
Depois eu volto com receitinhas que fiz e deram certo em cada etapa. 
Espero que tenham gostado, não esqueça de deixar seu comentário!  Beijos e Tchau!



Hoy amores! Tudo bem com vocês?
Hoje eu vim passar uma receitinha super fácil, super gostosa e super rápida de fazer, para aqueles dias que você não quer ficar horas na cozinha preparando uma refeiçao.
Então , vamos pra receitinha!
Ingredientes:

  • 1/2 kg de macarrão, eu usei o farfalle, aquele que parce um lacinho.
  • Sal ou tempero
  • 200 gramas de maionese
  • azeitona, presunto e milho na quantidade que você preferir.

Como fazer: 
  • Cozinhe o macarrão com sal ou tempero e deixe-o no ponto de sua preferência, eu prefiro no ponto Al Dente. Para saber quanto tempo precisa cozinhar o macarrão para ele ficar no ponto que você quer, é só olhar na embalagem do macarrão, ou, enquanto cozinha ir experimentando. Eu faço esta segunda kkk
  • Depois de cozido, misture a maionese e os outros ingredientes.
  • Agora é só se deliciar!
Bem fácil e rápido não é?! E fica uma delícia também. 
Espero que tenham gostado, não esqueça de deixar seu comentário! Beijos e Tchau!